PT EN ES
Área Reservada
menu
17 Março 2020

Ferramentas a usar para a gestão de pequenos negócios

Gerir um negócio atualmente nunca é uma tarefa fácil ou simples. Deste modo, o gestor deve ser inteligente e prático: deve aliar todas as ferramentas possíveis de maneira a estudar o seu próprio negócio e a analisar a envolvência e aderência. Apresentamos, portanto, algumas ferramentas de auxílio à gestão de um negócio.

Benchmarking:
Inicialmente é necessário termos bem assente este conceito. Benchmarking está intimamente ligado ao estudo e análise da concorrência, com o objetivo de perceber as estratégias a aplicar e as novas tendências do nosso setor. Daí é necessário conhecermos o meio envolvente (conhecer a concorrência). Este processo “contínuo e sistemático” serve para aprimorar a eficiência do negócio tomando outro negócio como “ponto de referência”. Esta ferramenta não se deve basear a copiar o outro, mas sim a servir de inspiração à inovação própria e a tomar novas decisões no ramo pertencente.

Stakeholders:
Através das decisões tomadas e também devido à adoção da estratégia anterior, devemos ser ambiciosos em querer atingir o sucesso junto do público alvo ao qual nos direcionamos. É necessário criar valor para os vários tipos de possíveis interessados (stakeholders). Para isso, devemos identificar estes consumidores (investidores, clientes, comunidade) e aliar o seu interesse e os conhecimentos que estes possam ter, para contribuir para o crescimento do negócio. Este método é importante, porque aproveitamos para gerir o negócio com base na opinião e necessidade dos que nos são mais próximos.

Modelo de negócio:
A falta de planeamento é um inimigo fatal para os gestores. Devemos elaborar e validar o nosso modelo de negócio o mais rápido possível. Esta ferramenta descreve o processo de criação, entrega e oferta de valor por parte de uma organização. Percebemos também o que vamos produzir, como o vamos produzir, a quem nos vamos dirigir (público alvo), as fontes de receita e eventuais futuras parcerias.

Análise SWOT:
Esta estratégia é mais uma ferramenta de auxílio que nos permite avaliar o nosso negócio conjugando o mesmo com o meio exterior, explorando pontos negativos e positivos do nosso negócio, e oportunidades e ameaças dentro do nosso setor de atividade. Este método serve sobretudo para corrigirmos erros internos adaptando-os às novas tendências de mercado, de modo a inovar em relação aos demais concorrentes.



 
close
Em caso de litígio o consumidor pode recorrer a uma Entidade de Resolução Alternativa de Litígios de consumo:

CICAP – Tribunal Arbitral de Consumo
Rua Damião de Góis, 31, Loja 6, 4050-225, Porto
+351 22 550 83 49 / +351 22 502 97 91
cicap@cicap.pt

Mais informações em Portal do Consumidor www.consumidor.pt