Blog » Outros
Blockchain: Desmistificando

 “A confiança é um elemento fundamental para o negócio. Porém mantê-la - particularmente numa economia global que se está a tornar cada vez mais digital – é caro, consome bastante tempo e, em muitos casos, é ineficiente.” (Delloite, 2016).

Contudo, surge uma nova tecnologia que poderá mudar o ecossistema da confiança no mundo dos negócios: a Blockchain.

A Blockchain (em português - protocolo da confiança) é um “livro digital” de transações económicas, contratos, identidades, ativos, ou qualquer outro dado que possa ser traduzido para o digital. No entanto, o grande avanço é o facto de ser, supostamente, incorruptível.

Fazendo uma analogia com o passado, pode-se afirmar que a Blockchain é a versão tecnológica dos antigos livros públicos usados para guardar todos os dados relevantes: compra e venda de bens, transferência de títulos de propriedade, nascimentos, casamentos, mortes, entre outros.

Contudo, a Blockchain pode ter diferentes configurações, visto que poderão ser públicas, de código aberto ou privadas, que requerem permissão explicita para ler ou escrever nas mesmas.

Nitin Narkhede, vice-presidente e responsável pela Blockchain e inovação da empresa Mphasis, afirma que esta tecnologia fará com que as transações monetárias sejam seguras ao nível militar. Characters of people holding a blockchain network  Free Vector

Quais são os componentes principais da Blockchain?

A Blockchain é uma base de dados que é composta por dois tipos de componentes: blocos e transações.

Relativamente aos blocos, cada atualização (cada dado inserido) representa um novo bloco adicionado ao fim da “cadeia”. Sempre que um bloco é concluído e validado, um novo é gerado. Existe um número incontável de blocos na Blockchain que são linkados uns aos outros - como uma cadeia - onde cada bloco contém uma referência para o bloco anterior.

Por outro lado, as transações não são realizadas em dólares, euros, ou outra qualquer moeda estandardizada e controlada pelo banco central, são realizadas através de cripto moedas.

Simplificando, a Blockchain são os “caminhos” no qual a “bitcoin” e as outras cripto moedas “passam”, e todas essas “passagens” são guardadas e encriptadas, podendo ser públicas ou não.

Quais são os benefícios da Blockchain?

  1. 1. Redução de custos associados a transações que poderão ser realizadas diretamente, e sem intervenção de terceiros, mas que, atualmente, são impossíveis de se realizar sem uma autoridade central a mediar a transação.
  2. 2. Capacidade para garantir a autenticidade das transações e todos os dados nas fronteiras institucionais.
  3. 3. A transparência e segurança do sistema poderá ajudar os países a reduzir uma perda anual de cerca de 1.26 triliões, devido à corrupção, roubo, suborno e evasão ao fisco.
  4.  

Aquando do desenvolvimento da moeda “bitcoin”, o seu criador, nunca se referiu à tecnologia Blockchain, instrumento de sustentação para a bitcoin, como uma tecnologia revolucionária, mas sim, como apenas uma ferramenta necessária para o funcionamento da moeda. Ironicamente, nem o próprio criador estava consciente das suas potencialidades.

Atualmente, a Blockchain é um dos tópicos mais debatidos e controversos entre todos os líderes tecnológicos, especialmente na área de finanças.

Domingos Salvador – Gestão, Contabilidade & Consultoria

  1.  

 

 

 

 

 

 

 

Voltar atrás